Buscar
  • Rafael Aleixo

Campanha é lançada e ajuda empresários de Franca a promover seus negócios

A campanha “Local é +Legal” foi lançada nesta semana para ajudar os empresários francanos a promover seus negócios e a encontrar saídas alternativas nestes tempos de crise provocada pelo coronavírus.

A ideia é, através de entrevistas objetivas, divulgar o que os empresários estão fazendo para encontrar saídas e continuar vendendo. “Uma das coisas que mais me perguntam nesta crise é como sobreviver e manter seus negócios funcionando", comenta a empresária e idealizadora da campanha Flávia Lancha.

conversar com pessoas que encontraram saídas, se reinventaram, reinventaram seus negócios e estão conseguindo enfrentar esse momento difícil.

Os vídeos com as entrevistas são divulgados três vezes por semana: às segundas, quartas e sábados, sempre pela manhã, nas redes sociais.

“Nestes vídeos, os empresários contam um pouco da sua história, como conseguiram pensar em algo mesmo diante das dificuldades e ainda falam sobre as alternativas. Além de promover esses negócios locais, ainda conseguimos levar esperança e difundir novas ideias”, disse Flávia.

Uma das participantes foi a empresária, Mariana Zani, da Larup Confecções. Neste período de coronavírus, a empresa criou uma campanha para ajudar as costureiras que prestam serviço à Larup. 

“Nós cedíamos o tecido para que elas fizessem máscaras de proteção. Eram kits para a confecção de 500 máscaras. Por kit, cada uma recebia R$ 200. As máscaras depois foram doadas ou comercializadas. Foi muito legal porque pudemos ajudar nossas colaboradoras e a sociedade”, disse.

Outra que também aderiu à campanha foi a empresária Eleonora Agel Benedetti, do Grupo Catavento. 

O grupo, que é destaque na cidade no ramo de festas, com o coronavírus, teve seus eventos cancelados ou adiados. “Tivemos que pensar em algo para sobreviver. Sempre tive vontade de trabalhar com marmitas. Achei que agora era hora”, contou.  

A ideia tem dado certo. “Claro que não tenho o mesmo lucro, mas estou conseguindo me manter”.

Quem quiser fazer parte da campanha basta ligar para o telefone (16) 99984-3030. A participação é gratuita.



28 visualizações0 comentário