Flávia Lancha

Empresária / Ações Sociais

Formação:

Pais:

José Lancha Filho

Isis Consoni Olivito Lancha.

Nascimento:

24 de fevereiro de 1959

Minha Vida

INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

24.jpg
21.jpg
10.jpg
6.jpg

A FAMÍLIA

18.jpg
19.jpg
3.jpeg
12.jpg
1.jpeg
15.jpg
14.jpg
13.jpg

Eu nasci em Ribeirão Preto em 24 de fevereiro de 1959,
filha primogênita do casal José Lancha Filho e
de Isis Consoni Olivito Lancha.

 

Para quem não conhece, meu pai, José Lancha, foi médico dermatologista e prefeito da cidade de Franca, de 1969 a 1973. Dr. Lancha, como era carinhosamente chamado, teve sua trajetória política marcada por sua visão de futuro. Durante o seu governo, foi criada a maior feira de calçados da América Latina, a Francal, que ajudou a transformar Franca na terra do calçado.
 

Eu tenho dois irmãos: a Fernanda e o Pedro José, que todos chamam de Pezé.
 

Desde pequena sempre fui muito agitada, não conseguia parar quieta. Adorava me aventurar. Os animais eram uma grande paixão e passar as férias na fazenda dos meus avós era uma diversão só. Sempre gostei muito do contato com a terra, com a natureza.
 

Na escola, como não parava quieta, sempre era chamada a atenção. Mas eu gostava de estudar e tinha um bom desempenho. Estava sempre entre as primeiras da turma. Eu estudei o primeiro ciclo do ensino fundamental, à época chamado de primário, no Colégio Nossa Senhora de Lourdes, no Centro da cidade.
 

Em seguida, me transferi para o Educandário Pestalozzi, onde fiz grandes amigos que trago até hoje e estudei até o segundo ano do Ensino Médio, quando me mudei para Ribeirão Preto, para cursar o terceiro ano.
 

Meu sonho era ser médica como o pai, mas na época não havia cursinho preparatório para vestibular em Franca e como era muito nova, meus pais não queriam que me mudasse para São Paulo. Acabei decidindo cursar Ciências, na Unifran (Universidade de Franca). E como gostava muito de língua portuguesa, resolvi também cursar Letras (tradução e intérprete)
na mesma universidade.

Durante um período de férias na fazenda de meus avós, em São Simão, cidade próxima a Ribeirão Preto, conheci o Gabriel. Eu tinha 22 anos, minha vó me pediu que buscasse goiabas na fazenda vizinha e, qual não foi a minha surpresa ao encontrar um moço lindo lá? Pois é. Logo nos apaixonamos.

Namoramos por um ano até decidirmos oficializar a união.
Em 27 de março de 1982, nos casamos.

 

Depois de casada, eu e o Gabriel nos mudamos para a fazenda. Era uma vida bem simples. Não tínhamos nenhum luxo. Foi no período em que morávamos na fazenda que nasceu nossa filha Larissa e no nosso filho Lucas. Gabriel, o caçula, veio um pouquinho mais tarde.
 

Em 1987, a Labareda Agropecuária, empresa que eu e o meu marido criamos juntos, estava crescendo. Gabriel me pediu ajuda.

E então retornei a Franca, onde vivo até hoje.

 

Meus filhos hoje cresceram e formaram suas famílias. A Larissa é advogada, casada com o Rodrigo e mãe da Julia. O Lucas é agrônomo e diretor agroindustrial da Labareda Agropecuária, casado com a Letícia, e pai da Helena e da Gabriela. O Gabriel é administrador e diretor comercial e financeiro da Labareda, casado com a Camila e pai do Heitor e do Theo.

banner_historia.jpg
17.jpg